quarta-feira, 28 de março de 2012

FÓRMULA DO I.M.C



    I.M.C. = Peso ÷ Altura²

Flexibilidade, Força e Resistência Muscular Localizada

Estes três componentes fazem parte da chamada aptidão músculo-esquelética. Uma disfunção músculo-esquelética que afeta muita gente é a "dor na coluna lombar". Registros históricos destacam que Hipócrates, o "pai da medicina" aventou a hipótese de que o homem apresentava dores na coluna em virtude de seu bipedalismo e da posição ereta em que caminha. Foi somente a partir da revolução industrial que os problemas da coluna, com destaque para as dores lombares, ganharam atenção, em virtude de sua alta incidência. Excluindo a gripe e resfriado, a "dor nas costas" é a justificativa mais freqüente de afastamento temporário do trabalho nos países industrializados. Os operários que ainda têm que fazer algum trabalho braçal e para isso usam a coluna como alavanca para levantar objetos, bem como aqueles que fazem trabalho sedentário, pois passam a maior parte do tempo em cadeiras, poltronas e mesas inadequadas, são os mais atingidos. Junte-se a essas causas, uma outra de ordem emocional que afeta a todos que vivem numa sociedade competitiva, extremamente desgastante e em constante stress, tensão, que repercute principalmente na musculatura das costas, causando fadiga e dores. A vida sedentária produz músculos abdominais flácidos, por falta de exercícios, mas os músculos das costas (principalmente da região lombar)ficam tensos, duros encurtados, por problemas emocionais e sociais.
Teoricamente, músculos fracos cansam facilmente e não podem sustentar a coluna em um alinhamento correto. Quando se está em pé, os músculos abdominais fracos e os músculos posteriores das coxas encurtados, fazem com que a pélvis se incline para a frente, causando uma hiperlordose na coluna lombar. Esse stress na coluna causa a chamada "dores nas costas".
O fortalecimento da musculatura abdominal e a melhoria da flexibilidade da coluna e do quadril, com o conseqüente alongamento das musculaturas posterior do tronco e posterior das coxas, podem prevenir esta síndrome.
Cada componente da Aptidão Física Relacionada à Saúde pode ser medido separadamente e exercícios específicos podem ser aplicados para o desenvolvimento de cada um. Os níveis desses cinco componentes da Aptidão Física Relacionada à Saúde não precisam variar juntos, isto é, uma pessoa pode ser forte mas faltar flexibilidade, ou uma pessoa pode ter boa resistência cardiorrespiratória e necessitar de força muscular. Para o desenvolvimento total da Aptidão Física Relacionada à Saúde, cada componente deveria ser representado na elaboração dos exercícios.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

TICs ATIVIDADE 4.5 – PRODUTO MULTIMÍDIA DO PROJETO DAMAS

TICs ATIVIDADE 4.4 – PLANEJANDO A PRODUÇÃO DE UM DOCUMENTO MULTIMÍDIA – RELATO DO PROJETO PEDAGÓGICO.

O projeto DAMAS foi desenvolvido no 5º ano A do ensino fundamental do período matutino da Escola Estadual Marcílio Augusto Pinto, teve por finalidade permitir que à criança assumisse atitude própria, dando a oportunidade de obter satisfações pessoais e de integrar-se plenamente do seu grupo social e tecnológico, além de promover melhor o desenvolvimento de sua criatividade e da memória.
No decorrer do projeto utilizamos vários recursos tecnológicos, tais como:
- Data Show;
- Sala de Tecnologia;
- Computadores;
- Internet;
- Aplicativos da Microsoft (Word e Power Pointer);
- Maquina Digital.
O projeto foi um sucesso e acreditamos que o auxilio da tecnologia auxiliou muito nesse processo, porque os alunos se envolveram totalmente no decorrer das etapas, principalmente nas aulas na STE e no campeonato valendo medalhas.
Documentamos todo o projeto através de imagens e pôsteres no qual foram compilados para criação de um vídeo (produto multimídia, feito no Windows Live Movie Maker), que será apresentado no ultimo dia do Curso da TICs, que servirá de possibilidade de utilização da tecnologia no desenvolvimento de aulas e projetos.
Durante todo o processo de ensino-aprendizagem avaliamos os alunos com relação às suas habilidades, além é claro da participação do grupo.

Professores: Anna Carolina e Carlos Henrique
Mudar é difícil, mas é possível. (Paulo Freire)

TICs ATIVIDADE 4.3 – USO DE MÍDIAS NA EDUCAÇÃO


Mídia-Educação No Contexto Escolar: Mapeamento Crítico Dos Trabalhos Realizados Nas Escolas De Ensino Fundamental Em Florianópolis (Silvio Da Costa Pereira)

Como o autor bem destaca, as novas tecnologias possuem uma linguagem diferenciada das tecnologias tradicionais, como livros e jornais. Isso cria certa resistência por parte dos acadêmicos quando o assunto é o emprego dessas novas tecnologias em sala de aula, pois, além de tradicionais, os livros estão diretamente ligados a um estilo acadêmico moralmente considerado como intelectual, assim, fugir dessa “regra” parece, para alguns, invalidar os saberes presentes em novas possibilidades. Mas, em simultâneo, esse obstáculo moral vem sendo vencido a cada dia, pois mais e mais os educadores vêm utilizando as novas tecnologias no ambiente escolar. Uma preocupação importante destacada por Costa são os interesses presentes em quem produz as mídias (tradicionais ou novas), pois, segundo ele, “o que os textos apresentam são pontos de vista do mundo, construídos por pessoas”, logo, esses pontos de vista podem estar carregados de preconceitos, estereótipos ou certamente ideologia(s), que podem induzir os alunos a pensarem de uma forma determinada sobre determinados assuntos, assim, o professor deve orientar os alunos a analisarem o material e fazerem as críticas pertinentes, identificando, inclusive, esses interesses, a fim de conseguirem raciocinar de forma autônoma. Fazendo um paralelo desta pesquisa com a nossa realidade no município de Iguatemi-MS, Silvio concluiria que, os gestores consideram e motivam o trabalho com as TICS, e que incentivam os professores a buscarem formação para utilizá-la de modo suficiente.


TICs ATIVIDADE 4.2 – POSSIBILIDADES DE CONTRIBUIÇÕES DAS TECNOLOGIAS

O objetivo dessa atividade despertou em mim um estímulo me mostrando a importância de enriquecer as minhas aulas, pois através de sites que são riquíssimos para nós profissionais da educação, podemos somar as Tecnologias com os conteúdos, surgindo assim novas oportunidades de ensino-aprendizagem, aonde o aluno vai ao encontro do aprendizado, deixando de ser mero espectador receptor de informações para ser um sujeito ativo na busca do conhecimento, e assim esse processo se torna muito mais atrativo a nós e aos nossos alunos, e como na prática, essas tecnologias podem facilitar a aprendizagem do aluno, a ação do professor deve ser estar sempre conseguindo acompanhar os avanços tecnológicos da sociedade contemporânea mediada pelas tecnologias, pois conteúdos educacionais digitais estão disponíveis hoje em grande escala web e os professores na medida que vão se interando, percebem que as TICs fazem parte do cotidiano de nossos alunos e que precisamos aproveitá-las como aliadas em nosso dia-dia escolar, além disso essas tecnologias chegam para acrescentar, motivar, interessar, integrar e renovar a maneira pedagógica de atuação na sala de aula. Assim sendo, segue algumas sugestões de sites e vídeos que visitei:
Vídeo portal do professor

Vídeo portal TV ESCOLA